Header Ads


Presidente nigeriano ofende sua mulher dizendo: Lugar dela é na cozinha Confira aqui!

 Em entrevista à BBC, a mulher do presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, disse que não apoiaria o marido nas próximas eleições, a não ser que ele “sacudisse” o seu governo, que diz ter sido capturado por “um grupo muito restrito de pessoas”, que o próprio presidente não conhece.
De visita à Alemanha e confrontado com a entrevista polémica de Aisha, Muhammadu ridicularizou a mulher, afirmando: “Não sei a que partido a minha mulher pertence mas o lugar dela é na minha cozinha e na minha sala”.
E prosseguiu sugerindo que o facto de ter entrado quatro vezes na corrida presidencial com sucesso, o colocava numa posição de superioridade, de maior conhecimento, em relação à mulher. Estas declarações foram feitas ao lado da chanceler alemã, Angela Merkel.
Na entrevista – que entretanto se tornou um assunto amplamente comentado na internet, emitida esta sexta-feira, Aisha Buhari afirmou que o marido não conhece a maioria das pessoas que ocupa cargos de topo no país e que os governantes se afastaram dos ideais do partido Congresso Progressista.

“O presidente não conhece 45 das 50 pessoas que escolheu e nem eu, apesar de ser mulher dele há 27 anos”, disse, denunciando ainda que “algumas pessoas estão sentadas em casa com os braços cruzados apenas para serem chamadas para comandar um departamento ou um ministério”.
Com tecnologia do Blogger.